Pular para o conteúdo principal

ANOUSHKA SHANKAR - O SOM SAGRADO DA SÍTARA INDIANA



Anoushka Shankar (nascida a 9 de Junho de 1981) é sitarista e compositora britânica de origem indiana. É filha de Ravi Shankar, sitarista indiano, e Sukanya Shankar. É meia-irmã, pela parte do pai, de Norah Jones, vencedora de oito Grammy Award.
Anoushka nasceu em Londres. Aos oito anos de idade, o seu pai iniciou-a no treino do sitar. Deu o seu primeiro espectáculo público aos treze anos de idade em Nova Deli. Desde então, tornou-se numa sitarista mundialmente reconhecida. O seu nome é uma homenagem a uma grande amiga da família, Anne Pennington, e a versão russa do nome foi em consequência da popularidade da actriz Anoushka Hempel na ocasião.
Depois da sua mãe se juntar de novo com Ravi Shankar, viveu desde os sete anos de idade em Encinitas, Califórnia, nos EUA, onde deu vários espectáculos de caridade durante a sua adolescência e graduou-se na escola secundária local.
Num documentário da estação pública americana PBS, Anoushka explicou que foi assim que ganhou o seu sotaque Americano que, segundo ela, os seus fãs indianos acham “engraçado”.
Em 1998, Anoushka tocou num jantar de gala para convidados que de entre os quais fazia parte o Ministro dos Negócios Estrangeiros britânico Robin Cook, que a distinguiu com o Escudo da Câmara dos Comuns. Em Fevereiro de 2000, Shankar tornou-se na primeira mulher a actuar no The Ramakrishna Centre em Calcutá. A Indian Television Academy, a Asmi, e o “India Times” escolheram-na como uma das quatro Mulheres do Ano em 2003. Em 2004, foi nomeada como um dos vinte Heróis Asiáticos pela edição indiana da revista Time
O seu álbum “Rise” foi nomeado para um Grammy na categoria de Melhor Álbum Contemporâneo de World Music. Anoushka também se tornou na primeira mulher a actuar nos Grammy Awards ao tocar durante a cerimónia da 48ª edição, antes da transmissão televisiva.
Tocou sitar no Concert for George, um espectáculo memorial a George Harrison no primeiro aniversário da sua morte. O concerto deu-se no Rotal Albert Hall em Londres a 29 de Novembro de 2002.
Shankar é uma ativista pelos direito dos animais e membro do PETA, People for the Ethical Treatment of Animals (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais). Ela e o seu pai apareceram numa pequena publicidade institucional contra o sofrimento dos animais. [1]
Anoushka, em colaboração com Karsh Kale, lançou um álbum intitulado “Breathing Under Water”, uma mescla entre sitar clássico e música electrónica. Vocalistas convidados incluem Norah Jones e Sting. O seu pai também actua num dueto de sitar com Anoushka. O álbum foi lançado a 28 de Agosto de 2007.
Anoushka gravou o seu último álbum em Madrid, Espanha. Lançado no outono de 2011, "Traveller" explorara semelhanças e diferenças entre a música indiana clássica e o flamenco espanhol, e mostra os talentos de Shubha Mudgal, Tanmoy Bose, Pepe Habichuela, Sandra Carrasco e Duquende, entre outros.

Discografia

1.1998 - Anoushka
2.2000 - Anourag
3.2001 - Live at Carnegie Hall
4.2005 - Rise
5.2007 - Breathing Under Water
6.2011 - Traveller


Fonte:Wikipedia





Postagens mais visitadas deste blog

CANTO GREGORIANO - A MAIS ANTIGA MANIFESTAÇÃO MUSICAL DO OCIDENTE

Canto Gregoriano, ou Cantochão, é o nome que se dá à música monofônica, de apenas uma melodia, sem acompanhamento. Seu nome deriva do papa Gregório I, que comandou a igreja entre 590 e 604. Gregório I empreendeu uma reforma na igreja e passou a implementar este tipo de canto nas celebrações religiosas.

HISTÓRIA DO CANTO GREGORIANO

O canto gregoriano é a mais antiga manifestação musical do Ocidente e tem suas raízes nos cantos das antigas sinagogas, desde os tempos de Jesus Cristo. Os primeiros cristãos e discípulos de Cristo foram judeus convertidos que, perseverantes na oração, continuaram a cantar os salmos e cânticos do Antigo Testamento como estavam acostumados, embora com outro sentido, à medida que os não judeus gregos e romanos foram também se tornando cristãos, elementos da música e da cultura greco-franco-romana foram sendo acrescentados às canções judaicas.
O período de formação do canto gregoriano vai dos séculos I ao VI, atingindo o seu auge nos séculos VII e VIII, quando fo…

GREGORIAN : CANTO GREGORIANO INSPIRADO EM VERSÕES MODERNAS DE MÚSICAS

Gregorian é um projeto musical alemão liderado por Frank Peterson cantando cantos gregorianos inspirados em versões modernas das músicas dos anos 60, 70, 80, 90 e 2000, tornando-a mística e mais apreciada pelo gosto comum. O 'brilho' vocal de 8 vozes melodiosas, combinadas com imagens gravadas em ambiente de cunho religioso, dão o resultado que vemos em seus videos ou espectáculos ao vivo imemoráveis.
Originalmente, Gregorian foi considerado como mais um grupo pop-oriental no estilo de Enigma. Em 1998, Peterson e seu pessoal reinventaram o projecto para transformar sons populares em estilos gregorianos, tornando excelso aquilo que seria mais 'profano'.
Os membros do grupo do coro são: Richard Naxton , Johnny Clucas , Dan Hoadley , Chris Tickner , Richard Collier , Gerry O'Beime, Lawrence White e Rob Fardell.


Gregorian é um projeto musical alemão, liderado por Frank Peterson, cantando cantos gregorianos inspirados em versões modernas das músicas pop e rock

DEVA PREMAL E MITEN - ANTIGOS MANTRAS SÂNSCRITOS INDIANOS EM CONTEMPORÂNEA ATMOSFERA

Deva Premal e Miten




Deva Premal em contraste com o estilo de vida rock'n'roll de Miten criada em uma atmosfera de mantra e disciplina espiritual.
Nascida na Alemanha em 1970 de um artista místico pai / mãe e um talento musical, ela aprendeu violino, piano e recebeu treinamento de voz.


Na época, ela tinha cinco anos, ela já estava cantando o Gayatri Mantra diáriamente, e desde então ela continua a integrar a meditação em sua vida.
Ela estudou Shiatsu, Reflexologia, Massagem e Terapia craniossacral, mas a música continua a ser seu primeiro amor.


Meu pai foi no caminho espiritual desde os anos 50, estudando Yoga, escrituras e quaisquer livros estavam disponíveis na época, tornando-se sua disciplina diária para meditar todos os dias entre 3 e 5 da manhã", diz ela.
"Quando eu estava crescendo, ele desenvolveu exercícios para minha irmã e eu, para nos ajudar a nos tornar mais consciente do momento.
Quando criança, ela estudou violino e piano, mas parou até que ela conheceu Mite…