Pular para o conteúdo principal

YANNI-A MÚSICA COMO CELEBRAÇÃO







Yanni, (nascido Yiannis Chrysomallis, grego: Γιάννης Χρυσομάλλης, Kalamata, Grécia, 14 de novembro de 1954) é um músico, tecladista e compositor.
Os pais de Yanni Chrysomallis eram artistas e fãs de música clássica. Filho de uma cantora e de um violonista, Yanni cresceu ouvindo Beethoven, Mozart, Chopin, Stravinsky e outros grandes nomes eruditos. Estas acabaram se tornando as maiores influências de sua carreira como tecladista e compositor de um estilo que ele prefere chamar de instrumental contemporânea.
Apesar de sempre ter sido um amante de música, Yanni passou a infância e adolescência dedicando-se à natação, e aos 14 anos já havia batido recordes na Grécia como nadador.
Aos 18 anos, mudou-se para os Estados Unidos, onde cursou psicologia na Universidade de Minnesota por três anos e meio. No entanto, ao terminar a faculdade, decidiu abandonar a carreira de psicólogo antes mesmo de iniciá-la, resolvendo dedicar-se apenas à música. Aos 21 anos, Yanni aprendeu a tocar teclado sozinho e passou a fazer parte de uma banda de rock local intitulada Chameleon.
Alguns anos depois, decidiu mudar-se para Los Angeles com o baterista Charlie Adams, que conhecera na época do Chameleon, e começou a gravar suas próprias composições pelo selo Private Music. Em 1986 lançou seu primeiro álbum, Keys To Imagination. O álbum trouxe a Yanni um impressionante séquito de fãs.
A partir daí, não demorou muito para o tecladista estabelecer-se como um conceituado músico de estúdio, compositor de jingles e produtor. Pouco tempo depois, Yanni tornou-se um dos artistas mais vendidos do selo Private Music.
Considerado um dos nomes de maior destaque no segmento instrumental, a fama de Yanni aumentou a partir de seu relacionamento com a atriz americana Linda Evans, no início da década de 1990. Por ser muito popular nos Estados Unidos na época, Evans foi a maior responsável pelo grande interesse da mídia pelo tecladista. Eles tiveram um relacionamento de amor que durou nove anos.
Por ser autodidata, Yanni não sabe ler ou escrever músicas do modo tradicional. Ao invés disso, inventou uma maneira própria de compor ainda na infância e continua criando suas músicas usando a mesma técnica até hoje, depois de quase vinte anos de carreira e mais de vinte e dois discos. Sua sonoridade é ao mesmo tempo acessível e elaborada, sempre unindo o pop e a música clássica. As composições de Yanni também ficaram famosas nos Estados Unidos após terem sido usadas em programas de televisão e na abertura dos Jogos Olímpicos.

Em 2003, Yanni lançou sua autobiografia com a co-autoria de David Resin. No livro o músico relata suas memórias, partindo da primeira infância na Grécia, o início do aprendizado de piano, o amor de seu pai, considerado por ele uma lição para toda vida. Avança para sua mudança para os Estados Unidos, seus estudos em Minnesota e seu relacionamento de anos com a atriz Linda Evans. Ao tratar do sucesso que sua música alcançou em todo o mundo, fala sobre os percalços que enfrentou, a depressão que ameçou-o por algumas vezes e de seu empenho para não rotular de new age a música que produz.

O lançamento do livro coincidiu com o lançamento do seu 13° álbum, o Ethnicity, e foi considerado um best seller pelo New York Times.
Fonte : Wikipedia




Postagens mais visitadas deste blog

CANTO GREGORIANO - A MAIS ANTIGA MANIFESTAÇÃO MUSICAL DO OCIDENTE

Canto Gregoriano, ou Cantochão, é o nome que se dá à música monofônica, de apenas uma melodia, sem acompanhamento. Seu nome deriva do papa Gregório I, que comandou a igreja entre 590 e 604. Gregório I empreendeu uma reforma na igreja e passou a implementar este tipo de canto nas celebrações religiosas.

HISTÓRIA DO CANTO GREGORIANO

O canto gregoriano é a mais antiga manifestação musical do Ocidente e tem suas raízes nos cantos das antigas sinagogas, desde os tempos de Jesus Cristo. Os primeiros cristãos e discípulos de Cristo foram judeus convertidos que, perseverantes na oração, continuaram a cantar os salmos e cânticos do Antigo Testamento como estavam acostumados, embora com outro sentido, à medida que os não judeus gregos e romanos foram também se tornando cristãos, elementos da música e da cultura greco-franco-romana foram sendo acrescentados às canções judaicas.
O período de formação do canto gregoriano vai dos séculos I ao VI, atingindo o seu auge nos séculos VII e VIII, quando fo…

GREGORIAN : CANTO GREGORIANO INSPIRADO EM VERSÕES MODERNAS DE MÚSICAS

Gregorian é um projeto musical alemão liderado por Frank Peterson cantando cantos gregorianos inspirados em versões modernas das músicas dos anos 60, 70, 80, 90 e 2000, tornando-a mística e mais apreciada pelo gosto comum. O 'brilho' vocal de 8 vozes melodiosas, combinadas com imagens gravadas em ambiente de cunho religioso, dão o resultado que vemos em seus videos ou espectáculos ao vivo imemoráveis.
Originalmente, Gregorian foi considerado como mais um grupo pop-oriental no estilo de Enigma. Em 1998, Peterson e seu pessoal reinventaram o projecto para transformar sons populares em estilos gregorianos, tornando excelso aquilo que seria mais 'profano'.
Os membros do grupo do coro são: Richard Naxton , Johnny Clucas , Dan Hoadley , Chris Tickner , Richard Collier , Gerry O'Beime, Lawrence White e Rob Fardell.


Gregorian é um projeto musical alemão, liderado por Frank Peterson, cantando cantos gregorianos inspirados em versões modernas das músicas pop e rock

DEVA PREMAL E MITEN - ANTIGOS MANTRAS SÂNSCRITOS INDIANOS EM CONTEMPORÂNEA ATMOSFERA

Deva Premal e Miten




Deva Premal em contraste com o estilo de vida rock'n'roll de Miten criada em uma atmosfera de mantra e disciplina espiritual.
Nascida na Alemanha em 1970 de um artista místico pai / mãe e um talento musical, ela aprendeu violino, piano e recebeu treinamento de voz.


Na época, ela tinha cinco anos, ela já estava cantando o Gayatri Mantra diáriamente, e desde então ela continua a integrar a meditação em sua vida.
Ela estudou Shiatsu, Reflexologia, Massagem e Terapia craniossacral, mas a música continua a ser seu primeiro amor.


Meu pai foi no caminho espiritual desde os anos 50, estudando Yoga, escrituras e quaisquer livros estavam disponíveis na época, tornando-se sua disciplina diária para meditar todos os dias entre 3 e 5 da manhã", diz ela.
"Quando eu estava crescendo, ele desenvolveu exercícios para minha irmã e eu, para nos ajudar a nos tornar mais consciente do momento.
Quando criança, ela estudou violino e piano, mas parou até que ela conheceu Mite…